fbpx

Telefone

47 3368-9438

Endereço:

Final da Rua 258, esquina com a rua 260-A, nº915 - Meia Praia/Itapema (Ao lado do Colégio Atlântico)

Coronavírus: Saiba como se proteger

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias e que recentemente teve um novo agente descoberto, chamado de novo coronavírus (SARS-CoV-2). Ele foi identificado no fim de dezembro de 2019 após ter casos registrados na China. Possui esse nome devido a sua aparência microscópica, semelhante a uma coroa.

Sintomas

Os sinais e sintomas da doença causada pelo novo coronavírus são semelhantes a um resfriado, causando principalmente problemas respiratórios e infecções como a pneumonia. Estudos e investigações ainda são necessários para conhecer melhor os sintomas da doença, mas os conhecidos até então são febre, tosse e dificuldade para respirar.

Por enquanto, apenas pessoas que tenham viajado para a China nas últimas duas semanas e que apresentem febre e sintomas respiratórios podem ser considerados suspeitos. Caso isso ocorra, a orientação é procurar atendimento médico imediatamente e informar detalhadamente o histórico de viagem recente, além de todos os sintomas.

Transmissão

A principal forma de transmissão conhecida até o momento é a disseminação de pessoa para pessoa, na qual ocorre a contaminação por gotículas respiratórias ou por contato pessoal. Os coronavírus podem ser transmitidos por meio de:

  • Gotículas de saliva;
  • Espirro;
  • Tosse;
  • Catarro;
  • Contato pessoal próximo (menos de 1m), como toque ou aperto de mão;
  • Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Qualquer indivíduo que tenha contato próximo com alguém com os sintomas corre o risco de ser exposto à infecção. Além disso, dados conhecidos até então sugerem que a transmissão do novo coronavírus possa ocorrer mesmo sem o aparecimento de sinais e sintomas.

O coronavírus possui um período médio de incubação de 5 dias, com intervalos que chegam a 12 dias, período em que os primeiros sintomas levam para aparecer desde a infecção.

Prevenção

Recomendam-se cuidados básicos para reduzir o risco de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, especialmente antes de ingerir alimentos, após utilizar transportes públicos, visitar locais com grande fluxo de pessoas como mercados, shopping, cinemas, teatros, aeroportos e rodoviárias. Se não tiver acesso à água e sabão, usar álcool em gel 70%;
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não higienizadas;
  • Ficar em casa quando estiver doente;
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes;
  • Cobrir a boca e o nariz com um lenço de papel (ou com o braço) ao tossir ou espirrar e descartar em um lixo fechado após o uso;
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos e outros utensílios;
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Cuidados ao viajar

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou nível de alerta alto em relação ao risco global do novo coronavírus, e o Ministério da Saúde orienta que viagens para a China devem ser feitas apenas em casos de extrema necessidade.

Não há circulação do vírus confirmada no Brasil, portanto, não existe restrição ou recomendações especiais para viagens em território nacional. Caso o destino da viagem seja o exterior, é necessário verificar junto à embaixada ou em sites oficiais do país de destino quais as medidas recomendadas pelas autoridades de saúde locais.

Fonte: Ministério da Saúde.

Loading...