fbpx

Telefone

47 3368-9438

Endereço:

Final da Rua 258, esquina com a rua 260-A, nº915 - Meia Praia/Itapema (Ao lado do Colégio Atlântico)

Cuidados para os homens: conheça as principais doenças que atingem os homens e as formas de prevenção.

Dando continuidade ao Novembro Azul, vamos falar também das principais doenças que acometem o público masculino.

Dados do Ministério da Saúde mostram que os homens brasileiros vivem, em média, 7,2 anos a menos que as mulheres). A preocupação do público masculino com a saúde até melhorou nos últimos anos, porém as idas ao médico não são regulares.

Não existe uma cultura de consultas periódicas preventivas, principalmente durante a juventude. Também existe a questão do medo de descobrir alguma doença. Ainda ouvimos muito aquele ditado “quem procura, acha”.

Outro fator que preocupa os especialistas é a vergonha que o homem sente de contar ao médico sobre os problemas que enfrenta, e o temido teste do toque.

Os homens não recebem esta orientação. Quando os adolescentes vão ao urologista, normalmente é por causa de uma doença sexualmente transmissível.

Uma das vantagens de se consultar com o urologista quando jovem é aprender, por exemplo, a fazer o autoexame testicular, aponta Maurício.

O diagnóstico precoce das doenças aumenta sempre as chances de cura, inclusive do câncer da próstata.

As principais doenças que atingem os homens

Entre as doenças que mais matam homens no Brasil e no mundo estão:

  • Problemas cardíacos como: o infarto, o Acidente Vascular Cerebral, popularmente conhecido como AVC, arritmias, entre outros;
  • Obesidade e diabete;
  • Câncer de próstata;
  • Cirrose e outros problemas com o fígado;

Fatores de risco

Fora as pré-disposições genéticas, essas doenças possuem causas em comum. Elas são decorrentes de maus hábitos como:

  • Alto consumo de gordura e açúcares,
  • Baixo consumo de frutas e legumes,
  • Tabagismo,
  • Consumo de álcool,
  • Falta de exercícios,

Todas essas práticas contribuem para o aparecimento e dificuldade nos tratamentos de males que ameaçam a saúde.

Para reverter esse quadro basta fazer algumas mudanças no seu estilo de vida, como por exemplo, cortar vícios ruins, cuidar mais da alimentação, praticar exercícios físicos e realizar as consultas e exames periódicos com o seu médico.

LEMBRE-SE SEMPRE: o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura de qualquer doença!

Novembro Azul: Saiba mais sobre o Câncer de Próstata

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). Em valores absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total de cânceres.

Estimativas do ano de 2012 de mais de 60.000 novos caso de câncer de próstata, com uma das taxas de incidência por 62,5 casos novos a cada 100 mil habitantes. (Fonte INCA)

SINAIS E SINTOMAS

No início o câncer de próstata não apresenta sintomas. Por isso a necessidade dos exames preventivos. Os sintomas podem ser confundido com outros sintomas de outras doenças da próstata, como a HIPERPLASIA PROSTÁTICA e a PROSTATITE. Somente através de exames é possivel detectar a doença e tratá-la.

O sintoma mais comun é a dificuldade para urinar, já que o câncer começa a obstruir a uretra. Outros sintomas que pode estar relacionado ao câncer de próstata: dor e sangramento ao urinar, diminuiçao da força do jato urinário, aumento de micções noturnas, retenção urinária, infeção urinária, dores na coluna, fêmur, bacia.

Além disso, alguns sintomas são semelhantes aos apresentados em tumores benignos ou mesmo em caso de problemas no aparelho urinário. Daí a importância da consulta a um urologista, mesmo que o homen não tenha casos de câncer de próstata na família.

 

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico precoce é ainda uma das melhores formas de se atingir bons resultados no tratamento do câncer de próstata e até mesmo a cura.

TOQUE RETAL

O exame de toque retal é realizado no próprio consultório do urologista. Simples, rápido, é ele que pode detectar os primeiros sinais de problemas com a próstata.

PSA

O PSA é um exame de sangue que detecta os níveis de antígeno postático específico no organismo dos homens. O seu valor normal varia com a idade do paciente e o tamanho da próstata. Atualmente se considera normal ate 2,5ng/ml para os pacientes em torno dos 50 anos e de 4,0ng/ml para os pacinetes em torno de 60 anos.

Como o PSA é específico da próstata, o fato de seu nível estar aumentado não qeur dizer qeu seja necessariamente câncer de próstata.

BIÓPSIA DE PRÓSTATA

Na biópsia de próstata é retirado uma pequena quantidade de tecido prostático para ser analisado por um médico patologista. E a Biósia de próstata pode estar indicada a elevação persistente do PSA ou alterções de consistência (nódulos) no toque retal.

FATORES DE RISCO

As ocorrências de câncer de próstata aumentam com a idade. Mas um dos fatores mais importantes e a questão da hereditariedade. Quem possui casos de câncer de próstata na família, tem mais chances de desenvolver a doença.

 

TRATAMENTO

O tratamento do câncer de próstata, leva em consideração o tamanho do tumor, o tipo de tumor, a velocidade de crescimento, a extenção e localizaçao do tumor, bem como a idade do paciente, as condições de saúde do paciente. O tratamento pode varias desde a observação vigilante, como a cirurgia, radioterapia, hormônio terapia ou até mesmo em alguns caso a quimioterapia. Esses tratamentos de forma isolada ou combinadas.

 

CIRURGIA

  1. CONVENCIONAL:

A cirurgia convencional para o câncer de próstata consiste na remoção de toda a próstata e vesiculas seminais. Ainda é o tratamento padrão para o tratamento do câncer de próstata.

A cirurgia gerlamente é realizada através de uma incisão (corte) na região infraumbelical, onde se consegue acessar a próstata, removendo ela completamente. A cirurgia pode ter como complicaçaoes sangramentos, infecção as mais frequentes, e as sequelas da cirurgia podem ser a impotência sexual e a incontinencai urinária, qeu pode variar de incidêncao conforme estadio da doença, idade do paicnete e co-morbidades, doenças pré- existentes no paciente.

 

  1. LAPAROSCÓPICA (VÍDEO)

A cirurgia laparoscopia ou por vídeo, consiste em reazliar a cirurgia sem a incisao, sem o corte abaixo do umbico, são realizados de 4 a cinco pequenas incisões de 2cm por onde são posicionados os trocartes e pinçar para a realizaçao da cirurgia.

A cirurgia pela técnica Laparoscópica não tem se mostrado superior a técnica convencional e os custos são muito superiores a convencional, e isso tem tornado a técnica em desuso em alguns paises.

 

  1. ROBÓTICA

A cirurgia robótica é a tecnica qeu emprega o suo do Robo cirurgião para auxiliar a cirurgia, mas é excecutada pelo médico cirurgião, ele só obecece aos movimentos realizado pelo médico. É semelhante a cirurgia laparoscopica em termos de incisão, onde são feitas pequenas incisões para o posicionamento das pinças para a realização da cirurgia. Tem se mostrado uma técnica promissora e qeu cada vez esta sendo mais realizada pelos médicos, principalmente nos países desenvolvidos, pois o custo do equipamento ainda é caro para a realidade brasileira. No Brasil dispomos de alguns centros médicos, localizados em Sao Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre,  qeu possuem o equipamento para a reazliação da cirurgica Robótica.

 

Dr. Clodoaldo Oliveira da Silva CRM/SC 7.678 RQE 16.530

Vamos conversar sobre anticoncepção de longa duração?

Hoje será sobre um método de longa duração, que te livra do esquecimento durante a correria do dia-dia, das cólicas, do fluxo menstrual intenso, permitindo uma proteção continua por até 3 anos.
É um implante subdérmico, de baixa dosagem com apenas um hormônio, o etonogestrel, inserido com anestesia local logo abaixo da pele na parte interna do braço, com 4 cm de comprimento, um procedimento praticamente indolor, realizado em poucos minutos no consultório por um ginecologista treinado.
Indicado nas varias fases da vida da mulher.
Venha fazer uma consulta e tirar suas dúvidas sobre o método e suas indicações.

Ginecologista: Dra. Denice Marina Dalmaso: CRM/SC 15541 – RQE 24936

Toxina Botulínica para homens e resultados esperados

Tratamento para eles!

De repente percebe que o tempo está passando e quando olha para o espelho e vê rugas aparecendo no rosto, sejam na testa, olhos e boca. O que fazer?

Os cuidados com a aparência há muito tempo deixou de ser prática exclusiva de mulheres e já fazem parte do dia a dia de

muitos homens. Para boa parte dos homens modernos cuidar da aparência é um ritual diário importante para melhorar a autoestima e a apresentação pessoal.

PORQUE O USAR

A toxina botulínica é um medicamento que traz resultados praticamente imediatos e com boa duração. O homem pensa de

forma objetiva e procura sempre a solução para um determinado problema, e a aplicação para Homens tem sido a solução encontrada para o problema das rugas e
envelhecimento.

A toxina botulínica é comprovadamente eficaz
nos seguintes casos:

-Rugas da testa
-Rugas entre as sobrancelhas
-Pés-de-galinha (linhas em volta dos olhos)

VOCÊ SABIA QUE O A TOXINA BOTULÍNICA TAMBÉM SERVE PARA CONTROLAR A HIPERIDROSE EXCESSIVA (suor em excesso)?

Se costuma ter transpiração exagera: mãos úmidas, meias molhadas ou se transpira em excesso nas axilas antes de uma reunião. A aplicação desta neurotoxina bloqueia os sinais químicas que estimulam as glândulas sudoríparas, reduzindo a sua atividade. Sem dor ou qualquer risco, pode ser aplicado a cada 8 a 12 meses, nas mão, axilas ou noutra parte do corpo. Resultado: Elimina quase na totalidade a produção de suor.

Diretor Técnico Médico:

Dr. Clício J. Dezorzi CRM/SC 11.211

CRM/SC JURÍDICO 5.106

O que é a Microfisioterapia?

Traumas, perdas, frustrações, estresse, baixa autoestima e submissão.

Muitas são as situações que geram emoções fortes que podem desequilibrar o nosso organismo. Uma dor de cabeça frequente não é só uma dor na cabeça, uma fobia não é só o medo excessivo, uma inflamação recorrente não está só naquele ponto em que se manifesta. Nosso corpo é interligado e tudo precisa estar na mesma sintonia para a saúde plena.

Quando um trauma acontece, seja emocional, toxicológico ou físico, ele provoca uma mudança em nível celular. Podemos superá-lo sem marcas como a situação pode deixar cicatrizes, sinais que vão continuar afetando o organismo sem que tomemos ciência disto. Os sintomas dão o alerta de que algo não está bem. Quando eles se tornam crônicos, como dores e doenças que não curam, fica ainda mais evidente que há um porquê por traz de tudo isso.

O trabalho da microfisioterapia é justamente encontrar esses porquês e, a partir da origem primária de um sintoma, auxiliar o corpo a trabalhar na busca do equilíbrio e da vitalidade. Isso é feito por meio de micropalpações, é por meio delas que o terapeuta encontra pontos onde houve perda do ritmo vital na célula. E é também por meio desses pontos que ele identifica o tipo de trauma ocorrido e, seguindo o princípio da autorregulação, semelhante à acupuntura, busca a autocorreção do organismo.

Cicatrizes patológicas podem prejudicar toda uma vida, é fundamental tratá-las para viver com saúde integral.

Dra. Ana Cristina Emygdio
Fisioterapeuta Crefito 55.721 F

O que é a doença do Refluxo?

O que é Doença do Refluxo (DRGE)?

A DRGE é uma patologia altamente prevalente, que acomete aproximadamente 12% dos brasileiros (cerca de 20 milhões de pessoas).

Tratamento eficaz e a longo prazo para a Doença com o método Stretta. 

Como funciona o método Stretta?

Uma sonda é introduzida pelo esôfago, sempre com visão endoscópica direta no monitor de TV. Essa sonda é então posicionada no EEI, no final do esôfago, bem próximo do estômago. Utiliza a energia da radiofrequência para tonificar a musculatura do EEI (o “portão”, anteriormente citado). Com o músculo do EEI mais forte, ele fecha o “portão” do esôfago, impedindo assim a ocorrência do refluxo.

Vantagens do método Stretta para o tratamento da Doença do Refluxo:

 O método Stretta é realizado totalmente por endoscopia, em caráter ambulatorial, com leve sedação.

 É feita uma única sessão, que dura em torno de 40 min, com riscos baixíssimos.

 Resultados de longo prazo (até 10 anos de duração), ou seja, com apenas 1 sessão os resultados se mantêm por até 1 década

 Índice de satisfação dos pacientes acima dos 90%.  

 Quando submetidos ao método, pacientes interromperam ou diminuíram significativamente a quantidade de medicamentos necessária para o tratamento da DRGE.

Caso não tratada adequadamente, a DRGE pode causar diversas complicações, algumas delas muito graves, como:

  • Estenose do esôfago: um estreitamento do órgão, impedindo a passagem do alimento.
  • Esôfago de Barrett: lesão pré maligna, onde pode surgir o câncer de esôfago.
  • Câncer de esôfago: o adenocarcinoma de esôfago está diretamente relacionado à DRGE e ao esôfago de Barrett.

Consulte sempre um médico especialista.

Dr. Flávio Hoerlle CRM/SC 10.142
Cirurgia Geral RQE 5883
Endoscopia/Colonoscopia RQE 16044

Loading...