fbpx

Telefone

47 3368-9438

Endereço:

Final da Rua 258, esquina com a rua 260-A, nº915 - Meia Praia/Itapema (Ao lado do Colégio Atlântico)

Obesidade infantil e suas consequências

A obesidade infantil é considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma das maiores epidemias de saúde pública mundial, pois as ocorrências aumentam tanto em países desenvolvidos como nos países em desenvolvimento. Está geralmente associada às doenças crônicas não transmissíveis (como diabetes, hipertensão ou doenças cardíacas) que afetam crianças e adolescentes de maneira cada vez mais precoce.

É uma doença crônica, complexa e de etiologia multifatorial, que resulta de um balanço energético positivo. Pode se manifestar devido a uma suscetibilidade genética que inicia no útero e se estende pela infância e adolescência. As causas endócrinas para obesidade são mais raras e geralmente são acompanhadas por padrões de crescimento atenuados.

A prevenção da obesidade infantil ocorre por meio de uma mudança de estilo de vida, adotando hábitos alimentares saudáveis, consumindo mais frutas e vegetais e evitando alimentos ricos em calorias e pobres em nutrientes, como bebidas açucaradas, fast food ou alimentos processados com alto teor de sódio. Além da prática de atividades físicas regulares e de um tempo de sono adequado para a criança ou adolescente, a família deve incentivar e participar do processo para protege-los de problemas futuros.

A preocupação com essa doença é internacional, visto que crianças obesas são mais propensas a se tornarem adultos obesos. A obesidade é um grande fator de risco para o desenvolvimento de uma série de problemas endócrinos (como diabetes), cardiovasculares (como hipertensão arterial sistêmica), gastrointestinais, pulmonares, ortopédicos, neurológicos, renais e psicológicos.

O diagnóstico da obesidade infanto-juvenil deve ser feito precocemente, a fim de identificar e tratar possíveis comorbidades e oferecer uma melhor qualidade de vida aos pequenos atingidos pela doença.

Fonte

Alzheimer: saiba como a doença se manifesta

O mal de Alzheimer é uma degeneração dos neurônios que pode afetar o comportamento, a fala e o apetite. Cerca de 50 milhões de pessoas no mundo sofrem com a doença caracterizada pelo esquecimento. No entanto, além de falhas na memória, o portador da doença sofre com dificuldade na comunicação, alterações no raciocínio, visão turva, mudanças de humor, confusão e desorientação.

Atinge principalmente pessoas idosas e aparece a partir dos 65 anos, mas há casos precoces em que os primeiros sintomas da doença surgem aos 30 anos, geralmente causados por fatores hereditários.

Causas

O desenvolvimento da doença não possui causas comprovadas, podendo ser ligado a fatores genéticos, estilo de vida e ambiente, porém, pode ser retardado com alguns tratamentos.

As pessoas que possuem casos de Alzheimer na família precisam ficar atentas aos sintomas para começar o tratamento o quanto antes e controlar a doença de forma mais efetiva.

Diagnóstico e tratamento

Não existem exames para detectar o Alzheimer, portanto, o diagnóstico é feito por meio da análise clínica do paciente, com estudos do seu histórico e realizando um acompanhamento para entender os estágios da doença.

O tratamento deve ser iniciado imediatamente, conforme as necessidades de cada paciente. É importante sempre consultar um especialista e não se automedicar, pois somente um médico poderá indicar medicamentos para os distúrbios de comportamento ou outras questões específicas.

Fases da doença

O Alzheimer possui quatro estágios:

  • Estágio 1 (forma inicial): perda de memória e mudanças na personalidade.
  • Estágio 2 (forma moderada): dificuldades para falar e para realizar tarefas simples.
  • Estágio 3 (forma grave): dificuldade para comer e incontinência urinária e fecal.
  • Estágio 4 (terminal): o paciente não levanta, não fala, sente dores ao ingerir alimentos e tem infecções frequentes.

Prevenção

Ainda não há uma forma de prevenção específica, mas estudos comprovam que realizar exercícios físicos com frequência e manter hábitos saudáveis em geral ajudam muito a prevenir essa e outras doenças. Além disso, alguns exercícios e estimulações cognitivas, como atividades em grupo, jogos, leituras e filmes também são ações que podem ajudar a retardar a doença.

Fonte

Diabetes: Conheça a doença

O que é?

Diabetes é uma doença causada pela produção insuficiente ou má absorção de insulina, hormônio que regula a glicose no sangue e garante energia para o organismo.

A insulina é um hormônio que tem a função de quebrar as moléculas de glicose (açúcar), transformando-as em energia para a manutenção das células do nosso organismo.

O diabetes pode causar o aumento da glicemia e as altas taxas podem levar a complicações no coração, nas artérias, nos olhos, nos rins e nos nervos. Em casos mais graves, o diabetes pode levar à morte.

Quais são os tipos mais comuns?

A doença pode se manifestar de diversas formas e possui diferentes tipos. Os principais sintomas são fome e sede excessiva e vontade de urinar diversas vezes ao dia. Ao aparecer qualquer sintoma, é fundamental que um médico seja consultado para dar início ao tratamento.

Diabetes Tipo 1

É o tipo mais comum em pacientes no Brasil, sendo uma doença crônica não transmissível e hereditária. Aparece geralmente na infância ou adolescência, mas também é identificado em adultos. Exige o controle diário da glicose no sangue por meio da insulina ou outros medicamentos.

Diabetes Tipo 2

Ocorre quando o corpo não absorve a insulina produzida de forma adequada. Está diretamente relacionada ao sobrepeso, sedentarismo, triglicerídeos altos, hipertensão e hábitos alimentares pouco saudáveis. Pode apresentar agravamentos, por isso necessita de acompanhamento médico para tratar de outras doenças que possam aparecer junto com o diabetes.

Pré-diabetes

Acontece quando os níveis de glicose estão mais elevados do que o normal, mas ainda não se caracterizam como Diabetes Tipo 1 ou Tipo 2. É um sinal de alerta do corpo que aparece normalmente em obesos e hipertensos, mas de grande ajuda para tentar reverter o caso, prevenindo a evolução da doença e possíveis complicações.

Diabetes gestacional

Ocorre durante a gravidez, manifestando taxas de açúcar no sangue acima do normal, mas ainda abaixo dos níveis de Diabetes Tipo 2. Todas as gestantes devem fazer o exame de diabetes regularmente durante o pré-natal. As mulheres que apresentam a doença têm maior risco de complicações durante a gravidez e o parto, além de aumentar o risco de a mãe e o bebê desenvolverem a doença posteriormente.

Como prevenir o diabetes?

A melhor forma de prevenir é mantendo hábitos de vida saudáveis, com atividades físicas regulares (pelo menos 30 minutos todos os dias), uma alimentação saudável (consumir verduras, frutas e legumes diariamente e reduzir o consumo de sal, açúcar e gorduras) e evitando o consumo de álcool, tabaco e outras drogas.

Fonte

Conheça as doenças infectocontagiosas mais comuns no verão

As doenças infectocontagiosas são aquelas causadas por agentes biológicos, como vírus, bactérias ou parasitas, e são transmitidas com o contato direto ou indireto com pessoas infectadas.

O aumento das temperaturas e da umidade do ar torna a proliferação dessas doenças mais frequente durante o verão, pois os vetores das infecções se desenvolvem facilmente com o calor. É preciso dar atenção aos primeiros sinais e sintomas, além das formas de prevenção para cada uma delas.

Conjuntivite

É uma infecção da membrana ocular, causada por vírus, bactérias ou substâncias irritantes, como o cloro da piscina e a poluição. Entre os sintomas estão a vermelhidão nos olhos, inchaço nas pálpebras, secreções e coceiras. O tratamento é feito de acordo com as recomendações de um oftalmologista. Para se prevenir, é importante não compartilhar objetos pessoais, como roupas e toalhas, evitar coçar os olhos e lavar as mãos e o rosto regularmente.

Doenças de pele

São infecções dermatológicas, como dermatites, micoses e brotoejas, provocadas pela proliferação de bactérias e fungos. Caracterizam-se por inflamações na pele, coceira, descamação, manchas e ressecamento. Um dermatologista deverá ser consultado assim que os primeiros sinais forem percebidos. Para evitar as infecções, recomenda-se o uso de roupas leves feitas de algodão ou linho, além de redobrar a atenção com a higiene do corpo após sair da piscina ou da praia.

Doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti

São doenças infecciosas mais frequentes durante o verão, como a dengue, a zika, a chikungunya e a febre amarela. Todas essas doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti apresentam sintomas similares, como febre alta, enjoos e fortes dores de cabeça e musculares, e podem ser fatais em casos mais graves. Aos primeiros sinais, um médico deverá ser consultado imediatamente.

A forma de prevenção comum às doenças é o uso de repelente e a eliminação das condições de desenvolvimento do mosquito, por meio do uso de telas e ao esvaziar e limpar recipientes e superfícies com água. Para a febre amarela, a vacina é a forma mais eficaz de proteção, pois a doença pode apresentar complicações em sua fase aguda, que pode surgir alguns dias após a melhora dos primeiros sintomas.

Fonte

Cuidados ao treinar no verão

O verão convida a realizar mais atividades ao ar livre, passear pela cidade ou se exercitar na praia. Para manter o corpo em forma, é importante lembrar que os cuidados nessa época do ano devem ser redobrados, evitando problemas de saúde durante os treinos.

As temperaturas altas e o tempo seco podem ser alguns dos obstáculos enfrentados durante a prática das atividades físicas, sendo comum ocorrer desidratação devido ao excesso de suor. Recomenda-se ingerir diariamente pelo menos três litros de água, água de coco ou sucos naturais, combinados a alimentos ricos em água e sais minerais, como a melancia e o pepino.

Uma boa alimentação auxilia a gerar os resultados esperados com o treino e a recuperar o corpo após o desgaste sofrido nos exercícios físicos. Estar bem alimentado ao se exercitar evita a queda de pressão e tontura, assim como depois do treino é necessário se alimentar para ajudar na recuperação muscular e no funcionamento do organismo.

Os treinos ao ar livre devem ser priorizados em locais com sombra, optando por realizar as atividades físicas nas primeiras horas da manhã ou ao final do dia. Outras maneiras de proteger o corpo são reaplicar com frequência o protetor solar, investir em roupas leves e usar uma viseira ou boné.

Com alguns cuidados essenciais é possível aproveitar ao máximo os dias de verão, lembrando sempre de consultar o seu médico regularmente e fazer um check-up antes de aumentar a intensidade dos treinos.

Fonte

Cuide do seu coração!

O coração é responsável por fazer o sangue circular, bombeando-o por todo o corpo e levando os nutrientes e o oxigênio para as células. Qualquer falha no funcionamento desse músculo pode provocar sérios problemas, principalmente em pessoas acima de 40 anos.

As doenças do coração podem ocorrer por diversos fatores, como sedentarismo, má alimentação ou complicação de outras doenças (como diabetes e pressão alta). Atingem milhões de brasileiros, sendo que a cada dois minutos uma pessoa morre no Brasil vítima de alguma doença do coração.

Apesar da incidência de problemas cardiovasculares ser menor em pessoas com menos de 40 anos, é preciso adotar todo e qualquer cuidado necessário para evitar que esses problemas apareçam. Incluir hábitos saudáveis no dia a dia auxilia na prevenção e faz o coração trabalhar melhor e com mais eficiência. Confira as dicas:

  • Manter uma alimentação saudável, evitando o excesso de sal e gordura.
  • Beber muita água diariamente.
  • Verificar a pressão arterial e monitorar o colesterol.
  • Praticar atividades físicas regularmente.
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas.
  • Parar de fumar.
  • Evitar situações de estresse.
  • Dormir de 7 a 8h por noite.

Pessoas com diabetes ou com antecedentes familiares de doenças crônicas devem ter uma atenção ainda maior, por apresentarem fatores de risco. Contudo, a Organização Mundial da Saúde lembra que 80% dos ataques cardíacos e infartos prematuros podem ser prevenidos com a adoção de hábitos saudáveis, melhorando também a qualidade de vida.

Fonte

Ultrassonografia

Exame que produz imagens de órgãos internos e estruturas do corpo em movimento.
Tem o diferencial de produzir em tempo real, com relativo baixo custo e tem o diferencial de ser sem radiação.

Através dela que é feito o acompanhamento de gestantes, para diversas verificações, percepção do sexo, saúde e perceber eventuais modificações na formação do feto.

A ultrassonografia pode ser indicada para:

  • Investigar dor abdominal e na região do corpo;
  • Diagnosticar gravidez e desenvolvimento do feto;
  • Diagnosticar doenças do útero, trompas, ovários;
  • Análise dos músculos, articulações e tendões;
  • Visualizar diversas outra estrutura do corpo humano.

 

Entre em contato com nossa equipe para mais informações.

Vamos conversar sobre anticoncepção de longa duração?

Hoje será sobre um método de longa duração, que te livra do esquecimento durante a correria do dia-dia, das cólicas, do fluxo menstrual intenso, permitindo uma proteção continua por até 3 anos.
É um implante subdérmico, de baixa dosagem com apenas um hormônio, o etonogestrel, inserido com anestesia local logo abaixo da pele na parte interna do braço, com 4 cm de comprimento, um procedimento praticamente indolor, realizado em poucos minutos no consultório por um ginecologista treinado.
Indicado nas varias fases da vida da mulher.
Venha fazer uma consulta e tirar suas dúvidas sobre o método e suas indicações.

Ginecologista: Dra. Denice Marina Dalmaso: CRM/SC 15541 – RQE 24936

Implantes Hormonais e os benefícios a mulher.

Benefícios a Mulher

“Os tratamentos com Implantes Hormonais ajudam a mulher moderna a prolongar o bem-estar do corpo e da mente. Elas passam a viver sem regras e em estado de harmonia por tempo indeterminado.” Dr. Elsimar Coutinho

Os Implantes Hormonais são recomendados para mulheres que precisam tratar de distúrbios hormonais, repor os hormônios que deixam de ser produzidos naturalmente na menopausa, ou buscam um método eficiente de contracepção ou suspensão da menstruação.

Geram excelentes resultados para aquelas que desejam cessar os sintomas da TPM Read more “Implantes Hormonais e os benefícios a mulher.”

Loading...
× Como posso te ajudar?